Trinta baleias encalham e sete morrem no litoral do Rio Grande do Norte

Trinta baleias encalharam neste domingo, na praia de Upanena, no município de Areia Branca, distante 330 quilômetros de Natal, com 28,6 mil habitantes. Sete delas morreram antes dos biólogos conseguirem reconduzi-las ao mar.

As baleias são da espécie piloto (Globicephala macrorhynchus) e medem entre três e seis metros. Segundo moradores, o encalhe começou às 4h de domingo. Os banhistas chamaram a Polícia Militar e em seguida foram acionados Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (IBAMA), Capitania dos Portos, Polícia Ambiental de Mossoró (cidade pólo da região) e o Grupo de Estudos Ambiental Cetáceos da Costa Branca, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

A partir da chegada dos especialistas começou uma operação, com mobilização de voluntários e técnicos, para reconduzir os mamíferos ao mar. Os especialistas que participaram da operação disseram que ainda não é possível saber o que motivou o encalhe das baleias, mas observaram que como as praias do litoral do Rio Grande do Norte são rasas os encalhes não são raros.

As sete baleias que morreram antes de chegarem ao mar serão levadas para estudos no Centro de Estudos Cetáceos da Costa Branca.


  • Ariovaldo Pinheiro, 24 - CEP 91350-150 - Porto Alegre - RS
  • Fone: (51) 3019-1198 - (51) 9972-1186
  • helena@mundoambiente.eng.br
  • © Mundo Ambiente Engenharia