Estudo revela aumento na procura de materiais renováveis e rótulos ambientais

A Tetra Pak divulgou hoje as conclusões do seu quinto estudo bianual sobre ambiente que destaca o aumento da procura de materiais renováveis e de selos ambientais junto dos consumidores a nível mundial. O estudo revela, ainda, que a reciclagem se mantém como principal expectativa tanto para os consumidores como para os operadores na indústria alimentar.

O estudo deste ano revela um incremento significativo na atitude face aos materiais renováveis entre os agentes da indústria alimentar, impulsionado pelo recente desenvolvimento de novas tecnologias. A utilização de materiais de origem biológica é destacada como uma das principais tendências ambientais que moldam o futuro das embalagens para bebidas.
O estudo revela que os consumidores continuam a pontuar as embalagens de cartão para alimentos líquidos como o tipo de embalagem mais «amiga do ambiente» devido à utilização do cartão – um material renovável – e mais de 50% dos consumidores acredita que a utilização, nas embalagens, de plástico de origem biológica irá melhorar ainda mais a imagem ambiental das embalagens de cartão para alimentos líquidos.
O relatório identifica, ainda, um crescimento da procura de informação ambiental por parte dos consumidores. De modo a fazerem escolhas informadas, 37% dos consumidores procuram, de forma regular, a presença de selos ambientais nas embalagens alimentares. Actualmente, 54% dos consumidores confiam na rotulagem ambiental comparativamente com os 37% registados em 2011. Um em cada cinco consumidores inquiridos neste estudo reconhecem o logotipo do Forest Stewardship Council (FSC), com maior associação à gestão responsável das florestas.

A separação e deposição selectiva das embalagens usadas para posterior reciclagem continua a ser a principal actividade ambiental entre os consumidores, uma variável que se mantém desde 2005. A reciclabilidade dos materiais de embalagem é uma das principais prioridades para os operadores da indústria alimentar no desenvolvimento de um novo produto ou serviço.
«As conclusões do estudo realizado este ano reforçam a importância de colocar as questões ambientais no centro da nossa estratégia», refere Dennis Jönsson, presidente e CEO da Tetra Pak. «Estabelecemos firmes compromissos quanto à redução a nossa pegada ambiental ao longo da cadeia de valor, no desenvolvimento de produtos sustentáveis e no aumento das nossas taxas de reciclagem; e estamos a fazer bons progressos no sentido de alcançar os objectivos que estabelecemos para nós próprios em cada uma destas três importantes áreas de actuação.»
Este estudo ambiental é realizado pela Tetra Pak a cada dois anos, desde 2005. O Relatório Ambiental de 2013 inquiriu 7000 consumidores e mais de 200 representantes da indústria alimentar em 13 países, incluindo os EUA, Brasil, Reino Unido, França, Alemanha, Bélgica, Holanda, África do Sul, Turquia, Índia, Rússia, China e Japão. Este estudo permite adquirir um conhecimento de 360° sobre ambiente e embalagem que confere uma sólida base à nossa comunicação ambiental e que é utilizado como orientação na definição de estratégias futuras e de novos produtos. Este ano o estudo foi realizado em parceria com a Firefly Millward Brown.


  • Ariovaldo Pinheiro, 24 - CEP 91350-150 - Porto Alegre - RS
  • Fone: (51) 3019-1198 - (51) 9972-1186
  • helena@mundoambiente.eng.br
  • © Mundo Ambiente Engenharia